ICTERÍCIA - O QUE É?

Você já notou seu bebê "amarelinho" ao nascer e alguns dias depois? 

Hoje vim falar um pouco sobre a icterícia. Tutu teve nos primeiros dias, mas não aquela em que o bebê necessita do banho de luz. Na primeira consulta ao pediatra (ele tinha 6 dias), o doutor me explicou que na gestação, o bebê "utiliza" o meu fígado para obter a bilirrubina (um produto do metabolismo da hemoglobina) que permanece em seu sangue depois do parto e é excretado pelas fezes e urina no decorrer dos dias. Alguns bebês demoram mais para eliminar tudo e outros menos. Conforme o organismo do bebê vai amadurecendo, seu fígado produz essa substância sozinho.
Às vezes essa icterícia fica  mais acentuada, devido à incompatibilidade sanguínea da mãe e do bebê, por exemplo, assim necessitando de tratamento com banho de luz (fototerapia).
Depois de uns 15 dias, Tutu já estava normal!


Na maternidade eles explicam tudo direitinho:

  • A icterícia é a cor amarelada da pele vista na maioria dos bebês nos primeiros dias de vida. Ela ocorre quando existe um acúmulo no sangue de um pigmento produzido naturalmente pelo nosso organismo, chamado bilirrubina, que é metabolizado pelo fígado e eliminado pelas fezes e urina.
  • A pele do bebê estará mais amarelada, o que pode ser notado quando estiver em locais com boa luminosidade. Inicia-se geralmente pela face, podendo progredir para o corpo. O branco dos olhos também pode se tornar amarelado.
  • Ela só é prejudicial ao bebê se a sua concentração se tornar muito acentuada.
  • Podem ser realizados testes ainda no hospital para verificar a intensidade da icterícia. Após a alta hospitalar, o bebê deve ser avaliado entre 48 e 72 horas.
  • A amamentação hidrata o bebê e ajuda a reduzir da bilirrubina, facilitando sua eliminação.


Fonte: Hospital e Maternidade Santa Joana

Nenhum comentário:

Obrigada! Sua participação é muito importante!

Tecnologia do Blogger.