VIDA DE MÃE - FORA DA ROTINA

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Hoje vim falar sobre um assunto que mexe muito comigo, a questão da rotina, ou mais especificamente o sair da rotina.

Imagem google
 Eu sou do tipo de pessoa extremamente "perdida", penso em mil coisas para fazer, começo a fazer as mil ao mesmo tempo e no final não termino nenhuma. Esqueço o que tinha para fazer, acabo atrasando atividades da pós e preciso ter várias agendas para me controlar. Eu não era assim antigamente. Sempre fazia tudo antes, mantinha tudo anotadinho, certinho, mas de uma tempo para cá venho tendo essas crises que me deixam louca!
Por isso, com o Arthur precisei ser diferente pois se eu começasse a me perder hoje eu não sei como estaria sobrevivendo.
No começo, confesso que me perdi mais do que cego em tiroteio. Pensando nesse post lembrei do primeiro mês do Arthur e eu tentando lembrar os horários das mamadas dele, para não esquecer a próxima. Eu tinha uma folha na janela onde anotava os horários, hora e segundo exatos, mas eu me perdia tanto que não lembrava se tinha anotado tudo ou não. (Para vocês terem uma noção da pessoa!)
Hoje, eu me acho muito mais organizada, mas ainda me perco em algumas horas. Assim, resolvi montar uma rotininha básica para sempre lembrar das coisas, sem precisar detalhar tanto.
Antigamente eu era uma menina extremamente bagunceira e desorganizada (mais preguiçosa vai...) e hoje estou criando uma agonia ao ver coisas desarrumadas, então procuro sempre organizar minhas coisinhas.
Como ainda moramos com meus pais não tenho tanta preocupação com a organização da casa no geral, mas com o nosso cantinho sim. Ele vive bagunçado e eu vivo arrumando (afinal, um tornadinho mora aqui né...)
Imagem google
Bom, minha rotina, como vocês puderam ver no vídeo de cuidados com o Arthur, é bem tranquila e ele aceitou bem. Eu ainda estou tentando encaixar tudo que tenho para fazer nela, já que daqui a alguns meses estaremos em nossa casa e muitas coisas ficarão mais difíceis, o tempo também diminuirá.
Apesar de não ter que me preocupar com todas as tarefas domésticas (ainda), sempre tenho coisas para fazer. Minhas pós graduações engolem meu tempo (e minha paciência), o trabalho toma metade do meu dia, o bloguinho amado fica com as horas restantes (e eu choro...) e o Arthur, minha prioridade ganha 99% do meu tempo. O marido, tadinho, reclama tanto, pois passa o dia todo fora e quando volta a mulher quer ver vídeos e fazer posts...
Então, parei tudo e resolvi colocar no papel as prioridades, meus horários e encaixar como posso.
E tem dado certo, se vocês quiserem mostro como ela está organizada em outro post para vocês.

Mas, o ponto que quero destacar é o fato de sair dessa rotina. Ela faz muito bem para mim (e para minha mente hiperativa), então, quando algo extraordinário acontece, tudo deve ser remanejado e eu confesso que fico muito receosa quanto a isso.
Imagem google
Não, nós não vivemos como robozinhos obedecendo ao relógio, mas eu preciso ter tudo em ordem se não fico maluca!
Aí aparecem as novidades:
-"Ah, vamos para tal lugar?"
-"Vamos dormir fora?"
-"Vamos deixar o Arthur e viajar?"
-"Que tal se..."

Essas perguntas (e outras) me deixam de cabelo em pé! Sei que devo ser aberta a coisas novas, mas ainda não consigo me libertar para isso. Já começo a pensar em tudo que deve mudar e em tudo que pode dar errado e pronto, desisto.
Sempre acho que Arthur irá desacostumar com sua rotina e tudo estará perdido.
E quando ele acorda de madrugada? Já me vem à cabeça: "Todo processo que passamos está no lixo, ele nunca mais vai dormir no berço, e blá blá blá".
É praticamente uma tortura interna, psicológica, mental!

Sou só eu que sou assim?

Como vocês fazem para lidar com a rotina, quando vocês fogem dela? Dá certo depois? Não traumatiza ninguém (a exagerada!!)

Ah, foi mais um desabafo para vocês.
Compartilhem comigo as experiências de vocês!!!

Grande beijo a todos e fiquem com Deus!

2 comentários:

  1. Oi, Jú. Adorei o post, pois também vivo um vida regrada com a Laura, desde que ela nasceu. Sempre fui preguiçosa ao extremo e muito bagunceira. Agora, meu quarto fica uma revolução por conta da Laura e eu acho que vou enlouquecer. Eu acho legal sair da rotina às vezes e a Laura nunca desacostumou. Agora que ela está maiorzinha, eu deixo ela com a minha mãe (de vez em quando) e saio com meu namorado à noite. Pra irmos à um barzinho, teatro ou pra comer fora, que seja. A Laura adora ficar na casa da minha mãe. Lá tem 3 gatos e meu irmão de 6 anos pra ela se divertir, hehehe. E isso faz com que ela não durma no horário, coma fora de hora e etc. Isso nunca atrapalhou na rotina dela. Acho importante você sair da rotina, porque nós merecemos um descanso. Por mais que amamos nossos filhotes, eles também precisam de um tempo longe de nós. Pensa nisso :) Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Mi é difícil né? Mas vc está certa! Precisamos de um tempo para nós!
      Bjos

      Excluir

Obrigada! Sua participação é muito importante!

Tecnologia do Blogger.