VIDA DE MÃE

Olá pessoal, tudo bem?
Hoje vim compartilhar com vocês um pouco sobre os brinquedos preferidos do Arthur e aproveitar para dar algumas dicas!
O post de hoje vai falar sobre os brinquedos propriamente ditos (???). Sim, pois quero fazer um outro dedicados aos famosos brinquedos não estruturados (aqueles que não são mas acabam virando), então aguardem!!

Tutu é uma criança que ama brincar e que se diverte muito! Às vezes fica sozinho brincando por muito tempo, entretido em seus brinquedos.
E brinquedo é o que não falta aqui (e imagino que na casa de muitas de vocês não é?). Principalmente depois do seu primeiro aniversário, onde ele ganhou muitos presentes, o número de brinquedos vem crescendo demais! Tanto que vários ainda estão guardados, pois não há sentido em deixar tudo exposto, que é o primeiro tópico que quero falar aqui.
Os brinquedos são super legais e importantes, mas em grande quantidade e ao mesmo tempo eles enjoam, fazem a criança não se prender por muito tempo e acabam perdendo o sentido. Sei que é muito difícil para nós mamães nos controlarmos pois eu também sofro ao querer dar todos os brinquedos que surgem para o Arthur, mas é muito importante ter a noção de chega!
O legal é fazer um rodízio de brinquedos, pois assim, a criança experimentará todos sem enjoar. Guarde os brinquedos onde a criança não terá acesso e se esqueça que eles existem. Deixe disponível apenas alguns de cada "tipo" (que eu já vou falar) e vá alternando conforme a criança for perdendo o gosto por ele.
Aqui em casa temos uma sacola com vários brinquedos ainda lacrados que Arthur nem imagina que existem. Também deixamos um pouco das coisas no quarto dele e outro pouco na sala.
Vou mostrar um pouco dos principais brinquedos que ele usa ultimamente, lembrando que não é propaganda de nenhuma marca, por isso não citarei nomes nem preços!

Esse é o quarto dele e como os brinquedos ficam.
Nesse baú ficam aqueles brinquedos que vão desmontando, misturando, os pequenos, os que ficam largados, etc. Às vezes, Arthur esquece da caixa e de repente lembra dela e vai lá vasculhar. É muito divertido ver a carinha dele de lembrar que aqueles brinquedos ainda existem!
Os brinquedos de montar! Mesmo antes de entender pra que eles servem, Arthur já era fascinado por eles. Hoje ele já sabe que um encaixa no outro e exercita muito bem isso. São brinquedos ótimos para estimular a coordenação, criatividade, o aprendizado de cores e formas!!
A famosa Totoka da Galinha (ô nominho hein?!). Ele é apaixonado por esse carrinho e agora está aprendendo a guiar sozinho. Já sai se empurrando com os pés, desviando dos obstáculos. Aliás, quando ele só empurrava esse carrinho, ele nunca batia em nada, só quando era de propósito! Ele se diverte nele! Tem os botões de música, a buzina e o câmbio que ele rapidinho já aprendeu a usar (tanto que a bateria acabou). Esse é um brinquedo que trabalha a coordenação ampla e a fina (com os botões), noção de espaço e lateralidade, noção de intensidade de movimento (rápido, devagar) e por aí vai...
As pelúcias. Um brinquedo que deve se ter mais cautela pelo fato de poderem causar alergia, sufocamento e bla bla bla... Mas extremamente importantes para a criança! Arthur tem os seus preferidos e vira e meche vai lá pegar um para abraçar. (Seu preferido mesmo é o Woody do Toy Story). Esse é um brinquedo que estimula o imaginário, a fantasia e dá espaço para a criatividade da criança. Nada disso que boneca é só coisa de menina. Tem que saber brincar! Os bonecos dão a noção da realidade através da brincadeira. Sim, eles interagem como se fossem de verdade, mas através de suas fantasias. Isso é essencial!!! E é assim que eles vão começar a entrar no "nosso mundo" (papo de pedagoga...)
Brinquedos de encaixe. Esse leãzinho foi o xodó do Arthur por muito tempo. Tanto que só restou uma bolinha. Hoje ele fica de canto, guardado e outros ganharam vez. São brinquedos também muito importantes no desenvolvimento motor da criança. O encaixe vai treinando a motricidade fina, aquela que eles vão precisar para escrever, por exemplo, exercitando os músculos, dando tonicidade. Além de trabalhar aspectos intelectuais (procurar onde encaixa) e as formas, eles divertem muito a criançada! 
Brinquedos sonoros. Qual mãe nunca quis arremessar brinquedos desse tipo pela janela? As musiquinhas entram em nossa cabeça e parecem que nunca vai sair de lá! E quando o bebê finalmente dorme e você tropeça em um desses brinquedos e aquela amada música volta a tocar e invadir seus tímpanos? Tá, fora essa parte, esses são por vezes os brinquedos favoritos das crianças! Principalmente quando ainda são bem pequenininhos, o som os atrais demais e quando eles vêm acompanhado de luzes então! Esses são os que Arthur tem e ele de diverte apertando os botões. Esses brinquedos, além de estimular o gosto pela música, trabalha também a coordenação motora!
Sim, livros! Para as crianças que não sabem ler (e até para as que sabem), livros são brinquedos e é assim que eles entrarão em contato com o mundo da escrita e da leitura! Quanto mais forem estimulados, melhor e mais gostoso será o processo. Eu já fiz um post aqui contando um pouco sobre os livros. Arthur é apaixonado por eles e agora finge estar lendo fazendo barulhos estranhos (e lindos)! É demais gente!

Por fim, mas não menos importante, as bolas! Agora que o pequeno começou a falar, sempre que vê uma bola diz "gol!!!" Será que temos um futuro promissor por aí? Mamãe morando na Europa empresariando seu astro dos gramados? Tá, chega de viajar na maionese!
As bolas são muito legais e eles amam! Além de desenvolverem a noção de espaço, corpo, lateralidade, motricidade, divertem muito!

Pessoal, esses foram alguns exemplos. Existem infinitos brinquedos e brincadeiras que estimulam a criançada e são de fato, super importantes! Aqui, busquei trazer um pouco da minha experiência para vocês e quero num futuro próximo falar sobre os queridos brinquedos não estruturados, acho que vão gostar!!

Espero que tenham gostado!
Beijos e fiquem com Deus!

6 comentários:

  1. Adorei sua dica aqui em casa faço as mesmas coisas.
    O que é venho vira novo e vice-versa.
    E assim garante o divertimento das crianças. O importante é a qualidade dos brinquedos e não a quantidade.
    Bju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Pois é, às vezes não percebemos a quantidade de coisas que vamos acumulando!
      Bjoss

      Excluir
  2. Oie!!!
    Amei demais esse post, principalmente porque você incorporou o "papo de pedagoga"ao descrever cada brincando, mostrando o objetivo deles. Amei o quartinho do Arthur e os brinquedinhos dele! Esse post ficou muito bom! Estou muito fã do seu blog, você está se dedicando muito a ele, e dá gosto de ler seus posts!
    Não esquece que domingo é o dia da nossa blogagem coletiva de dia das mães, da série "Mamãe tá de Olho", com o tema "cotidiano de mãe". Faça um post com vídeo, fotos ou apenas relatos de como é seu cotidiano. Fale sobre os momentos rotineiros do seu dia-a-dia que são tão importantes na vida de uma mãe. Muitas vezes é o beijo de boa noite antes de dormir, ou a leitura de uma história...Compartilhe quais são os pequenos momentos da sua vida que te fazem se sentir uma boa mãe.
    Essa BC será uma grande oportunidade de nos conhecermos melhor, nos identificarmos ao vermos que passamos por muitas coisas parecidas (ou não!) e nos encontrarmos no domingo, visitarmos todos os blogs participantes pra desejarmos um feliz dia das mães, umas às outras! Uma boa oportunidade pra fazer novas amigas blogueiras também!
    Participe, não fica de fora não!! Vou esperar o seu post...e domingo estarei por aqui!
    Tenha um ótimo final de semana!!
    Beijos!

    www.asosmamaenadia.com

    ResponderExcluir
  3. Delicia de arrumação ein?!
    Ótimo fim de semana querida, beijão!
    http://principecaioandre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada! Sua participação é muito importante!