VIDA DE MÃE - MAMÃE DOENTE

Olá pessoal, tudo bem?

Que me acompanha pela Fan Page (se você ainda não curtiu corre lá - clica aqui!) viu que os últimos dias foram bem estressantes para mim!
Vou começar a história do começo, pois o final merece ser contado!
Imagem google

Desde a semana passada venho tendo fortes crises de enxaqueca, o que não me aconteceu na gravidez do Arthur, e eu confesso que as dores são piores do que as minhas "enxaquecas normais"!
Eu sou "contra" tomar remédios na gestação, procuro evitar ao máximo, tenho medo e prefiro que as coisas passem naturalmente, mas dessa vez não deu!
Sexta-feira passada fui parar no PS de um hospital aqui da Zona Norte, e além de um atendimento de 5 minutos, me senti totalmente desamparada! A médica disse que a máquina para escutar o coração do bebê estava tão ruim que ela nem ia tentar escutar o meu bebê... Ok...
Me mandou pra sala de medicação e enfiaram dipirona pura, de uma vez na minha veia. E fui liberada.

A dor de cabeça até que passou, mas eu não gostei nem um pouco do meu atendimento. O pior é saber que esse é o único hospital mais próximo da minha casa que o convênio cobre caso eu não consiga chegar a tempo no hosítal que eu quero ter meu bebê!

Bom, essa semana até quarta-feira estava tudo bem, mas tive um dia muito agitado na escola e quando cheguei em casa comecei a sentir aquele começo de dor de cabeça e já sabia o que viria pela frente!
À noite eu estava entregue a dor e acabei dormindo com aquelas pontadas na cabeça!
Na quinta-feira comecei a tomar o remédio que o obstetra liberou, que para mim é como se eu tomasse água!
Fui trabalhar, mas o calor, a barulheira e a agitação me fizeram piorar e eu decidi correr de novo para um hospital, mas dessa vez, mesmo sendo longe, fui direto para a Maternidade Santa Joana, onde pretendo ter o meu bebê (onde tive o Arthur).
Depois de 2 horas de trânsito eu e o marido lá chegamos e ficamos até praticamente 22:00 horas!
Mas olha, valeu a espera, valeu tudo!

Por isso hoje eu quero aqui além de contar para vocês minha experiência com essa dor insuportável, quero relatar meu atendimento na maternidade pois acredito que eles merecem o reconhecimento!

Cheguei achando que ia desmaiar de tanta dor. Fiz o cadastro e esperei. Essa é a pior parte, pois numa maternidade praticamente todo mundo é prioridade a não ser que você entre lá parindo ou morrendo, eles te passam na frente, mas para um primeiro atendimento, onde eles vão fazer a triagem, demora mesmo.

Bom, fui atendida, muito bem atendida por uma enfermeira que me perguntou tudo, tudo sobre a gestação e no final me pede para dizer o nível de dor que sentia. Como era bem alto, ela me deu a pulseira amarela e eu seria atendida o mais rápido possível!

O médico plantonista também foi super atencioso, perguntou várias coisas, escutou o coração do bebê (que batia a mil por hora!!!!) e me receitou a medicação além de um ultrassom para ver se estava tudo bem com o bebê mesmo já tendo escutado o coração!

Fiz o ultra, estava tudo OK, bebê lindo, saudável, mexendo demais! E não, não conseguimos ver se é menino ou menina!!!!! O cordão estava passando bem no meio das pernas... E a dúvida continua!

Fui tomar a medicação e foi como se tirassem minha dor com as mãos!!!!
Uma hora depois estava bem, só com a sensação de peso por ter passado tanto tempo com dor! E sono! Muuuuuito sono! A medicação me derrubou!

Esperamos mais um tempo e outra médica me chamou para o retorno. Explicou que estava tudo bem, que enxaqueca é assim mesmo e me deu dicas de como saber de onde as dores começam! Gostei bastante pois ela me deu uma super atenção, me explicou tudo direitinho, me receitou uma medicação caso eu tenha dores de novo e me orientou a buscar ajuda especializada caso as crises se repitam mais de duas vezes por mês!

Enfim, depois de um dia estressante, fiquei extremamente feliz em ter ido até o Santa Joana pois me senti super acolhida e bem atendida.
A infra-estrutura deles está linda, reformada, a equipe super simpática e atenciosa!
Isso só me faz ter certeza de que é lá que vou ter meu bebê! Mesmo sendo longe! Espero que dê tempo hehehe.

Mais para frente faço um post sobre o hospital, pretendo fazer uma visita mesmo já conhecendo, para ver as reformas e venho contar para vocês!!!

Bom pessoal, é isso!
Estou bem! Procurando relaxar (ah tá!) para não ter outra crise já que acredito que a minha enxaqueca seja de fundo emocional!

Agradeço as mensagens de carinho e apoio de vocês!

Tenham um ótimo final de semana!
Beijos e fiquem com Deus!

2 comentários:

  1. Que bom que está melhor Jú!!!!! Como é maravilhoso quando somos bem atendidas em um hospital né?????? Mesmo com filho pequeno, toda a agitação do dia á dia, tenta dar uma relaxada..... Vai ser bem legal se você fizer o post sobre a maternidade..... O mesmo médico que faz seu pré-natal será seu obstetra????? Beijos, fica com DEUS!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Maria, faz toda a diferença um atendimento desse!!! Com certeza vou falar mais deles por aqui!

      Sim, o mesmo médico será o obstetra!!!
      BJos

      Excluir

Obrigada! Sua participação é muito importante!

Tecnologia do Blogger.