MINHA VIDA PROFISSIONAL - EXPECTATIVAS E FRUSTRAÇÕES

Olá pessoal, tudo bem?


Hoje estou aqui para abordar um tema diferente, mas que muitas pessoas estão me pedindo pois faz muito tempo que não comento por aqui!
Quem me acompanha vai lembrar de alguns vídeos que eu fiz sobre a minha profissão, minha faculdade e assuntos relacionados a isso, mas faz muito tempo que não falo mais nada e tenho recebido alguns pedidos para voltar a conversar com vocês sobre a minha profissão e hoje o tema que eu quero abordar é: As expectativas e frustrações em ser professora!

Muita gente que está no início da faculdade vem me perguntar como é realmente a vida de um professor. Que não é nada fácil, todo mundo já está careca de saber, mas as pessoas querem a opinião real, sem muito blá blá blá, de quem está na área e eu acho isso muito bacana pois dizer que nasceu para ser professor e que as dificuldades só nos engrandecem é fácil, mas encarar sala lotada, falta de estrutura e diversos outros problemas é outra história!

Imagem google
Bom, vamos começar do começo então...
Eu nunca me vi professora. Com certeza essa seria a última escolha que eu teria. Na verdade, eu não fazia ideia do que eu queria fazer para a minha vida! Eu amava educação física, mas achava que não ia dar certo (pois envolvia ser professora também, quem sabe...), era apaixonada por dança, mas não a ponto de tornar aquilo o meu ganha pão pois eu tinha noção das minhas limitações e de resto eu estava mais perdida do que cego em tiroteio! Até medicina eu pensei em fazer, depois veterinária, engenharia de alimentos e por aí vai.
Até que no meio do cursinho preparatório para medicina eu não aguentei, joguei a toalha e me veio um estalo! Por que eu não posso ser professora? Minha família é composta por quase uma totalidade de professores então eu fui buscar conhecer um pouco mais e resolvi prestar para pedagogia, sabendo que eu poderia ir para outras áreas além da sala de aula!

Pois bem, eu não vou aqui contar todo o meu percurso, mas resumidamente eu me apaixonei pela educação após os estágios. Eu jurava que ia trancar a faculdade assim que tivesse que entrar em uma sala de aula, mas aconteceu o oposto! Eu simplesmente me apaixonei pela educação e decidi investir a minha carreira exatamente nisso!
Uma coisa que com certeza é o meu ramo é o da pesquisa! Se eu não estivesse em sala, procuraria ser pesquisadora pois é uma paixão muito grande que tenho!
Durante os 4 anos de faculdade me apaixonei pela educação infantil, pela gestão escolar e pela neurociência e essas são as três áreas que eu pretendo seguir!

Eu já digo e afirmo: ser professor exige mais do que paixão! Exige amor! Sim, pois a paixão esfria um dia. Cedo ou tarde você não terá mais aquele sentimento inicial, pois se deparará com a verdadeira realidade da educação! O amor vem sem medir esforços e ele transpõe qualquer obstáculo, qualquer esfriamento! Você pode desanimar, mas quando lembra que ama fazer o que faz, ergue a cabeça e pensa num amanhã melhor!

Para ser professor não você não precisa "gostar de criancinha" não! Você precisa gostar de aprender! Precisa gostar de abrir mão de muita coisa pelo outro, de repensar posturas pois você será o espelho de muita gente!!!!

Eu saí da faculdade com esse pensamento e espero levá-lo para a vida toda!

Estou ainda no começo da minha vida profissional, são apenas 7 anos atuando na área e eu já passei por um pouco de cada experiência. Já quis desistir, já desacreditei daquilo que acreditava, já me decepcionei (e me decepciono muito ainda!) e já quis jogar tudo para o alto, mas meu coração sempre me põe de volta no meu lugarzinho e aqueles velhos pensamentos voltam e com eles vem a esperança!

Vamos à realidade dos fatos?
Imagem google
É lógico que a minha experiência não será a sua, mas acredito que de uma maneira geral o que eu vou dizer fará muito sentido em qualquer situação.

Não pense que você salvará o mundo. Eu sei, é triste. Nós vemos muitos depoimentos de professores que venceram barreiras e que são considerados os heróis da educação. Calma, o buraco é bem mais embaixo!
Na minha opinião nada deve sobrepor a sua vida pessoal, sua família, sua saúde, sua sanidade e às vezes nos entregamos à um sonho tão utópico que perdemos tudo isso!
A educação está um lixo minha gente! Infelizmente essa é a realidade! Nua e crua, ou cruel! E não adianta jogarmos a culpa no outro, no político, na família, na criança... O erro está em tudo! Tudo precisa mudar! O problema da sociedade hoje é crônico! São todos esses fatores juntos que estão acabando com o nosso futuro!

Pensar que você vai dedicar a sua vida para salvar o mundo é perder tempo! A realidade não nos permite isso e cabe a nós professores apenas uma tarefa muito simples: exercitar aquilo que nos foi ensinado e que aprendemos a cada dia! Com MUITA dedicação, com MUITO amor, com MUITA esperança e com MUITA fé! Mas entendam, MUITA é diferente de TODA!
Isso pode ser um pouco duro de se escrever, mas é o que estou aprendendo a duras custas!

Eu esperava muito, muito, muito do que a vida como professora poderia me oferecer e digo que hoje só estou aqui, ainda com esse título, pelo amor!
Em todos os lugares que passei, tive grandes decepções. Na escola particular e na escola pública. Até hoje, passei por 4 escolas e em todas eu pensei em largar pois o que vi me chocou profundamente!

A realidade é que as coisas nem sempre são do jeito que imaginamos. Você pode se esforçar ao seu máximo e no final ser mandada embora. Você pode ser injustiçada e não ter ao menos a chance de saber o porquê, de se defender, de se explicar, você sai com uma mão na frente e outra atrás! Você pode ter promessas maravilhosas, mas na hora do vamos ver nem se lembram de quem você foi! Você pode se preparar para um cargo e na hora descobrir que terá um outro completamente diferente daquilo que você esperava e o pior, ele não te agregará em nada e te acomodará em um posto horrível! Você pode ir trabalhar em um lugar, em uma realidade que nem em filme você se imaginou estar e isso te transforma da água para o vinho!

Isso tudo aconteceu comigo! Se eu for detalhar cada história, isso vira um livro, mas o que eu não posso deixar de dizer é: Sim, a realidade é muuuuuuuito diferente das nossas expectativas, ainda mais na área da educação. A chance de nos frustarmos, infelizmente é maior do que a de nos surpreendermos, mas e sempre há um mas, eu acredito que quem é professor de verdade, nasceu para isso!

Eu vejo por aí muitos professores que os são por mera comodidade de horário e de salário e ponto final.
Mas professor de verdade, nasceu para isso e apesar dos trancos e barrancos quer continuar. Professor de verdade pensa sim no seu salário justo, no seu horário mais cômodo, mas também sabe que uma sala com 35 crianças, cada uma com a sua especificidade, famílias ausentes, escola sem autoridade, sem estrutura, colegas de trabalho que não deveriam estar lá, podem desanimar, mas não conseguem nos fazer desistir!
Ou seja, se você pensa em ser professor ou professora, procure de atentar à realidade, saiba como anda a educação no seu bairro, na sua cidade, faça estágios em todos os tipos de escolas possíveis, e o mais importante: SE VEJA PROFESSOR EM QUALQUER SITUAÇÃO! Essa será a confirmação de que você seguiu a carreira certa!

Hoje, eu queria mesmo é fazer esse desabafo. Nos próximos posts eu vou abordar assuntos mais específicos como salário, horários de trabalho, condições de trabalho, a escola particular e a pública, cada assunto separadamente e se você tem alguma dúvida ou curiosidade é só deixar nos comentários que com certeza irão acrescentar nessa nova "série" de posts que farei!

Espero que tenham gostado!
Beijos e fiquem com Deus!

9 comentários:

  1. Li o post inteirinho, acho que até mesmo sem piscar os olhos..... Muito interessante.....
    Você falou que acima de tudo o que conta é o AMOR.... E eu também acredito assim..... Não sou professora, mas hoje como mãe, presente na escola da minha filha que sou, posso ver o quão difícil é ser um bom professor nesse país..... Vocês, além de lidar com crianças de todos os tipos, acho que ainda tem o pior: Lidam com pais de todos os tipos, e tem cada um, que só DEUS!!!!!!!
    Sinceramente, eu não acredito numa educação melhor, infelizmente, muito menos num país melhor, pois além de á cada novo governo, tudo ser mais difícil, mais nojento, o próprio ser humano dificulta muito as coisas.....
    Mas, vamos fazendo a nossa parte, ensinando nossos filhos á valorizarem seus professores, e orando pra que possa melhorar.....
    Mas só com muito AMOR mesmo!!!!!!!!
    Beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Maria!
      Infelizmente essa é a nossa realidade, mas com muuuuito amor a gente vai levando!!!!!
      BJos

      Excluir
    2. Amei Ju!!! Adorei a sinceridade as palavras...

      Aprendo muito com você! S2 E com esse post aprendi muito, muito, muito...

      ****Ansiosa para os próximos posts sobre esse assunto.****

      Amo seu blog e seu canal no youtube. Você com certeza me ajuda muito de verdade!!!

      Te admiro muitão e você merece tudo de melhor!!!

      Força sempre nessa luta! Tenho certeza que você é uma excelente profissional, mãe, esposa e serva do Senhor!!! S2

      Quem tem Deus tem TUDO!!!

      Um grande Beijo!

      Excluir
  2. Amei Ju!!! Adorei a sinceridade as palavras...

    Aprendo muito com você! S2 E com esse post aprendi muito, muito, muito...

    Ansiosa para os próximos posts sobre esse assunto.

    Amo seu blog e seu canal no youtube. Você com certeza me ajuda muito de verdade!!!

    Te admiro muitão e você merece tudo de melhor!!!

    Força sempre nessa luta! Tenho certeza que você é uma excelente profissional, mãe,esposa e serva do Senhor!!! S2

    Quem tem Deus tem TUDO!!!

    Um grande Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Van!!!!!!!!!!
      Que bom, fico muito feliz em saber!!!!!!!
      Muito obrigada mesmo!!!!!
      Gde bjoo

      Excluir
  3. Acompanhando, nao sou da area mas é sempre interessante conhecermos as outras areas profissionais.

    Ju, vc pretende tirar licença maternidade com quantas semanas? Ae em SP sao 120 ou 180 dias?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, a licencça gestante com 40, mas já estou afastada!!!
      Vou tirar 180 dias!
      bjos

      Excluir
  4. Não é fácil né mais vou lutar por isso! Por isso também dou tanto valor para professora da minha filha. VC da aula pra qual faixa etária? Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo! Com amor e fé a gente consegue!!!
      Dou aula para educação infantil!!!!!!!
      bjoo

      Excluir

Obrigada! Sua participação é muito importante!