VIDA PROFISSIONAL: CAMPO DE ATUAÇÃO E SALÁRIO

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje vamos continuar o assunto sobre a vida profissional de quem escolhe ser professor! Acho que o dia está bem propicio para isso não? Feriado, dia do trabalho, então bora conversar sobre ele!

Imagem google
No post passado eu falei sobre as expectativas e frustrações da área, foi mais um desabafo do que outra coisa, se você não leu, clica aqui para ler!

Então hoje vamos falar sobre tópicos mais técnicos, mas que não deixam de envolver o campo psicológico também!
Eu separei o tema em diversos tópicos para poder conversar com calma sobre cada um e também para não sobrecarregar o post com muita informação!
O tema de hoje é o campo de atuação de quem faz pedagogia e o salário (assunto que muito me perguntam!).
Eu não vou falar sobre o curso de pedagogia, pois já tem vídeo lá no canal sobre o assunto ok?

Quem mergulha no campo da educação e decide fazer a pedagogia (o curso completo, não magistério ou só licenciatura!) muitas vezes acha que o destino é ficar dentro de uma sala o resto da vida, essa era a minha visão também!
Mas não, a pedagogia, apesar de ser específica, nos permite uma gama de opções, vamos à elas:
- Você pode ser professor (óbvio! Mas deixa eu específicar) e ficar sim só em sala de aula se: trabalhar com educação infantil em escolas de educação infantil particulares, creches ou emeis da prefeitura ou outras instituições que trabalhem com a faixa etária de 0 a 5 anos.
- Você pode ficar na sala de aula como professor: de ensino fundamental até o 5º ano em escolas particulares ou do município ou estado.
- Se você possui algum outro curso como línguas, biologia, história, etc, você pode ser um professor do 6º ano até o Ensino Médio, específico da disciplina que estudou. Nesse caso você não precisa do curso de Pedagogia pleno, mas sim de uma licenciatura simples.
- Você pode trabalhar na área de gestão escolar: ser coordenador pedagógico (lida diretamente com o pedagógico, professores e alunos) ou diretor de escola (lida com questões mais burocráticas, mas está envolvido em todo cotidiano escolar).
- Você pode se especializar com o trabalho de educação especial: trabalhar em escolas especiais ou instituições que atentam portadores de necessidades especiais.
- Você pode ser professor particular.
- Você pode trabalhar em empresas na área de gestão e RH auxiliando em processos seletivos e treinamentos.
- Você pode abrir uma escola.
- Você pode trabalhar em hospitais e ONG's.
- Você pode ser um pesquisador da área da educação (que é infinita e muito gostosa!!!).
- Você pode trabalhar em órgãos do governo, fiscalizando e estabelecendo a legistação para a educação de todo o país.

Lembrando que para cargos públicos geralmente a seleção acontece por meio de concurso.

Essas são algumas das opções que temos, dependendo do seu currículo e objetivos a pedagogia dá abertura para infinitas oportunidades!

Agora vamos ao tão esperado salário!!!
Já estamos careca de saber que a nossa profissão ainda não é valorizada como merece!
Se você pesquisar em sites de cursos, faculdades, etc, verá que o salário inicial pode ser de cerca de R$ 850,00!!!
Sim, um absurdo!
Eu não tenho base para falar de salário de um pedagogo em empresa, por isso vou focar na nossa queria e amada escola mesmo!
A rede particular e a pública funcionam de maneiras distintas. Particular é CLT e pública é por concurso e a evolução funcional acontece de maneira bem específica (assunto para outro post!!)
Como geralmente o trabalho é de meio período, o professor pode dobrar seu salário, dobrando seu turno de trabalho. Eu conheço professores que recebiam menos de 1.000,00 para meio período e cerca de 1.200,00 por período integral. Isso acontece em escolas menores.
Existem escolas onde o salário para meio período chega a 3.000,00! São escolas grandes e o processo de ingresso é mais exigente.
Eu estou falando de salário inicial. Com o tempo a tendência é ir aumentando, mas não se empolguem com grandes coisas!

O salário inicial para a prefeitura de São Paulo (os demais municípios geralmente são diferentes), meio período, é de cerca de R$1.700,00 acrescidos de vale alimentação, refeição e abono totalizando uma média de R$2.000,00. Como eu disse, o processo de evolução é bem específico e eu farei um post sobre isso posteriormente.

Agora, não se espantem se encontrarem escolas pagando R$ 500,00, R$600,00 reais para o professor! Infelizmente essa é uma realidade e muitas pessoas acabam aceitando pela necessidade, mas isso é um absurdo e não deveria existir!

Se você consegue se manter em uma boa escola durante toda sua carreira, acredito que o salário acabe ficando bem maior e que compense o trabalho, mas lembre-se que a aposentadoria para CLT é uma vergonha!
Já na carreira pública, a aposentadoria é diferente, apesar de já ter sido bem melhor, onde se aposentava com o salário integral! Hoje é feita uma média para se obter o valor, levando em consideração diversos aspectos, que eu posso explicar depois também, mas se não houver nenhuma outra mudança do nosso "querido" governo, a aposentadoria da rede pública é bem melhor (motivo pelo qual muitos professores não desistem da carreira).

O salário de um professor da rede pública hoje, no final de sua carreira, pode chegar a R$5.000,00 (sem os acréscimos!!!!) quando não mais! Os cargos de coordenador e diretor ganham muito mais, chegando a R$15.000,00 mais ou menos!

Bom, acho que deu para se ter uma ideia geral sobre esse assunto!
Aguardem que novos temas sobre a minha profissão serão abordados por aqui!
Beijos e fiquem com Deus!

7 comentários:

  1. Adorei ler seu post Jú.....
    Sabe, minha filha ás vezes fala,(mamãe, quero ser professora....), eu digo logo:
    Minha filha, pelo amor de Deus, vai ser médica, advogada, dentista..... Tudo, menos professora.....
    Porque acho professor no Brasil, pouco valorizado, pouco remunerado e muito exigido, cobrado.....
    Beijos........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Maria, ser professor no Brasil é só por muito amor mesmo! ou por pura comodidade kkkkk
      BJos

      Excluir
  2. Nossa Ju ajudou muito!

    Tanto o outro post como esse foram fundamentais pra mim!

    Estou ansiosa pelo próximo sobre esse assunto!!!

    Tenha certeza que você me ajudou muito e com certeza outras pessoas também!!!

    Muito obrigada! Bjo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Van!!!! Nossa, fico muito feliz!!!!!!!!!
      BJão

      Excluir
  3. Ju......

    fiquei com umas dúvidinhas... asim, meio período são 4 horas (1 turno) e período integral 8 horas (2 turnos) ???

    E é muito difícil passar nos concursos para professor pedagogo hoje???

    E tem muitas vagas disponíveis para o numero de profissionais nos concursos da Prefeitura???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, o período é esse mesmo!
      Agora nós temos que cumprir algumas horas a mais, fora da sala de aula que são obrigatórias, mas é pouca coisa, depois eu explico detalhadamente!
      Não, não é tão difícil!
      Tem vaga sim, mas em maior quantidade nas regiões de periferia, infelizmente!
      Eu tenho um post para fazer sobre esses assuntos exatamente, espero conseguir explicar tudinho kkkk
      Bjos

      Excluir

Obrigada! Sua participação é muito importante!