VIDA PROFISSIONAL: ROTINA E CONDIÇÕES DE TRABALHO

Olá, pessoal, tudo bem?

Primeiramente, quero agradecer pelo retorno do último post sobre Vida Profissional! Fico feliz em saber que vocês estão gostando e tenho muitos outros temas desse assunto para conversar com vocês!
Imagem google
Como vocês já puderam perceber, o tema de hoje será a rotina e as condições de trabalho de um professor.
A partir de agora vou procurar focar na carreira do professor mesmo, que trabalha em escola, pois como vocês puderam ver no post passado, existem muitas opções de trabalhos além da escola para quem escolhe a pedagogia, mas o meu campo de atuação é esse, então é nele que irei focar!

Como é o dia-a-dia do professor? O que ele faz? Quantas horas trabalha? Quais são as condições de trabalho?
Essas serão algumas perguntas que tentarei responder aqui.

Bom, muitos já devem saber que a rotina de um professor é um tanto quanto corrida e bem agitada!
Geralmente, o professor trabalha meio período, mas muitos hoje em dia trabalham o dia inteiro, com duas turmas (manhã e tarde) ou turmas integrais (crianças que ficam o dia todo na escola).
O meio período varia de 4 a 6 horas mais ou menos e nem sempre todo o período trabalhado é em sala de aula.

Existem os professores univalentes, ou seja, os queridos professores únicos, aqueles que nos acompanham da educação infantil até o ensino fundamental I (professores que lecionam todas as matérias) e os polivalentes, a partir do ensino fundamental II (o professor de matemática, de história, etc...) Cada um tem uma rotina diferente, uma carga horária específica e aqui eu vou especificar o professor univalente, que é o meu caso.

Um professor que trabalha meio período, seja na educação infantil ou no ensino fundamental I, cumpre as 4 ou 5 horas (normalmente) de trabalho diretamente com os alunos e o restante da carga horária em momentos extra classe, seja com preparação de aulas, reuniões, atualizações, cursos, etc.
Na escola particular eu vi muito pouco desse horário extra classe, portanto é comum vermos professores levando trabalho para casa. A rotina é preparar a aula, chegar na escola no horário da aula, e logo depois ir embora. Apenas em dias especias (reuniões, cursos, etc) ele fica a mais na escola. Já as famosas auxiliares são as profissionais que trabalham uma maior carga horária (as famosas estagiárias - que vida...)

Na escola particular, e dependendo de qual é, as condições de trabalho são, por um lado ótimas pois você tem acesso a muitos materiais, recursos diversificados e uma boa estrutura, então o trabalho pode ser muito bem planejado e executado!
Por outro lado, muitas escolas particulares seguem modelos de ensino e você deve se encaixar a eles e trabalhar de acordo com uma certa "cartilha". Se você acredita na proposta, ótimo! Se não, deverá trabalhar mesmo assim! Então você pode se sentir "engessado" e não ter liberdade para trabalhar do jeito que quer.

Ou seja, os prós e contras do trabalho na escola particular são:
Prós - acesso a materias, diversidade de recursos, estrutura da escola (parque, quadra, salas amplas, diversos ambientes, etc), quantidade de alunos por sala, uso de material de apoio dependendo da escola.
Contras - seguir o que a escola manda, não ter autonomia.

Já na escola pública a rotina é um pouco diferente, e essa eu domino um pouco mais...
O professor de meio período trabalha 4 horas em sala de aula e deve cumprir mais um "x" de horas obrigatórias, extra-classe mas na escola. A quantidade de horas depende da jornada de cada professor (teremos post sobre isso no tema "trabalhando na escola pública"!!!) e elas servem para o planejamento de aulas e para projetos de estudos feitos com os professores e a equipe gestora.
Raramente eu vejo professores da escola pública levando trabalho para casa, por conta desse tempo que temos para nosso planejamento.

Na escola particular, na grade horária ainda existem as famosas aulas de música, educação física e por aí vai. Cada escola tem uma conduta. Ou o professor deve acompanhar a classe, ou ele fica com o tempo da aula "livre" e quem assume é o professor específico. Na escola pública, mais especificamente na educação infantil isso não existe! O professor fica as 4 horas com os alunos e não há atividades difereciadas (na EMEF existem aulas de educação física por exemplo e o professor não precisa acompanhar a turma).

Vamos aos prós e contras da rotina da escola pública:
Prós - horário de trabalho, tempo de planejamento, autonomia do trabalho em sala de aula.
Contras - quantidade de alunos por sala,  falta de recusos e materiais, estrutura nem sempre de qualidade, falta de apoio da comunidade (muitas vezes atividades não são realizadas pois os pais não participam).

Enfim, a rotina de um professor ela é, apesar de "curta", exaustiva. O empenho e dedicação devem ser enormes pois são eles que qualificarão o trabalho do professor.

Eu farei posts mais específicos sobre a carreira pública pois sei que muitos têm a curiosidade de saber se realmente vale a pena ou não, por isso detalharei mais sobre esses assuntos posteriormente!

Espero que tenha conseguido esclarecer um pouco sobre a nossa rotina. Dúvidas e sugestões são muito bem-vindas!









6 comentários:

  1. Ótimo Ju!!!!! Tirou muitas das minhas dúvidas!

    Tenho certeza que o post sobre professor de escola pública será ótimo!!!

    Uma dúvida que eu tenho é como é preparado as lembrancinhas de datas comemorativas, tanto da escola pública, como a escola particular.

    Gostaria de saber se lembrança dos dias das mães, páscoa, dia dos pais, dia das crianças e as outras infinidades de datas comemorativas; se são a escola (seja pública ou particular) que fornece as lembranças ( como por exemplo o chocolate da páscoa); ou se o professor é que tem que comprar com seu salário a lembrança para dar para os seus alunos??? Nesse aspecto a escola pública e particular, também são diferentes, ou iguais; e como são???

    Beijo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van!
      Então, na escola particular isso é de cada escola, mas geralmente é discutido com o grupo oq será feito. O usual é pedirem dinheiro às famílias e produzirem algo com as crianças ou usarem material da própria escola.
      Na escola pública vai de cada professor ou do acordo com o grupo, mas dificilmente a escola fornece algo!
      BJos

      Excluir
  2. Gostei muito de ver seus vídeos, e queria saber mais de como consegue administrar a rotina de casa, como arrumação, janta, roupas e o bebê e agora com mais uma alegria a caminho, parabéns, gostaria de saber como lidar com todas essas responsabilidades, e vomo é isso pra você? Dicas por favor? Tô te curtindo e acompanhando, super beijo! !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Obrigada!
      Então, eu já fiz post e vídeo sobre esse assunto aqui. Mas pretendo fazer mais fique tranquila que eu logo postarei!
      BJoss

      Excluir

Obrigada! Sua participação é muito importante!

Tecnologia do Blogger.