RELATO DO MEU PARTO

O parto do nosso primeiro filho, há dois anos e oito meses atrás, foi uma cesárea totalmente desnecessária, marcada por conveniência do médico e inexperiência nossa!
Durante a segunda gestação, aprendemos muito sobre os diferentes tipos de parto e decidimos tentar um parto natural hospitalar. Depois de passar por três médicos, apenas o último me encorajou a tal decisão. Tudo estava planejado para isso!
Porém, com 41 semanas eu ainda não apresentava nenhum sinal de trabalho de parto e já estava me conformando com a possibilidade de ter novamente uma cesárea!

Dia 14 de maio, às 13:43h posto uma foto da barriga de 41 semanas completas no instagram (@demeninaamae) e digo que Matheus não havia dado nenhum sinal de que queria chegar! 
Pois bem, 15:00h, estava sentada assistindo Tv, esperando para ir a uma consulta de rotina, quando senti uma dor de barriga estranha.
Naquele momento senti que algo estava para acontecer! Liguei para o marido e pedi que quando ele saísse do trabalho, fosse rápido me encontrar para vermos se realmente alguma novidade estava para acontecer.
Cheguei no consultório por volta das 17:00h e ele estava lotado (como de costume). O doutor estava atrasado nas consultas portanto eu demoraria para ser atendida. Não tinha nem lugar para sentar! Perguntei pelas doulas e obstetrizes e todas estavam ocupadas com grávidas em trabalho de parto!
Passei 40 minutos em pé, sentido umas pontadas bem leves na barriga! Quando finalmente consegui sentar, sabia que o que estava sentindo já eram as famosas contrações! Eu, que sempre quis saber e sentir o poder de uma contração, pude vivenciar literalmente o que era. O pico da dor era suportável mas muito doloroso, e quando ela passava, parecia que eu nunca havia sentido nada!
O marido chegou e ficamos esperando até que por volta das 19:30 fomos atendidos! 
As dores ainda estavam bem suportáveis, mas estavam lá! Doutor me examinou: 3cm de dilatação, colo do útero favorável e bebê encaixado! O show estava apenas começando! Ele explicou que aquilo ainda não era trabalho de parto, que o processo poderia levar muitas horas, e que era para eu me acalmar, aguardar em casa e quando fosse o momento iríamos para a maternidade.
Saindo da consulta fomos conversar com a doula e conhecemos a obstetriz que nos acompanharia em casa e depois na maternidade!
Ficamos cerca de uma hora conversando, as dores indo e vindo, e as orientações foram para repousar, pensar positivo, curtir o momento pois ele poderia durar horas, então eu tinha que me preparar!
No caminho para casa comecei a sentir as contrações muito mais fortes, doloridas e frequentes! Comecei a chorar, uma mistura de emoção, medo e ansiedade. Eu sabia que logo mais meu Matheus estaria comigo, sentia que não demoraria tanto quanto me alertaram, mas preferi não falar pois como nos avisaram que demoraria, aquilo poderia ser coisa da minha cabeça... Mas eu sabia!
Tentamos parar para comer mas o máximo que conseguimos foi pegar um lanche para viagem!
Perto de casa decidimos parar e ligar para a obstetriz pois as contrações dentro do carro estavam difíceis de suportar e vinham em pequenos intervalos! Ela disse que meu corpo finalmente estava dando sinais de que estava entrando em trabalho de parto e que era para observarmos os intervalos das contrações e ir avisando. 
Assim que entramos em casa encontramos meus pais, que moram no mesmo terreno. Eles estavam com meu filho mais velho, e avisamos que Matheus estava para chegar! Meu filho me chamou para brincar mas as dores estavam muito começando a ficar realmente fortes e eu precisava de água!
Entrei em casa e senti algo escorrer entre as penas, era a bolsa! Logo entrei no chuveiro e sentei na bola de Pilates, o que de início me aliviou muito! 
Já eram 22:15 e naquele momento eu senti que havia entrado em trabalho de parto ativo! As contrações vinham de minuto em minuto e as dores eram muito fortes! Aquelas contrações suportáveis já não existiam mais pois quase não havia intervalo entra elas, ou seja, a o pico da dor passava e já chegava outra! Foi pura emoção!
Chamei o marido e pedi que ele não saísse de perto de mim pois acreditava que Matheus chegaria ali!
Ligamos para a obstetriz que já estava vindo pois o plano ainda era ir para a maternidade! Mas ela ficava muito longe de casa e eu sabia que não daria tempo!
De repente as dores insuportáveis diminuíram! Ou meu trabalho de parto havia estagnado, ou era chegada a grande hora! E eu senti que havia chegado a hora! Pedi a Deus que permanecesse comigo pois estava com medo! Nada daquilo havia sido planejado! Estávamos apenas eu e meu marido, a obstetriz ainda estava a caminho, a maternidade estava ficando fora de cogitação e meu médico não iria até em casa, e agora?
E foi aí que a primeira vontade de fazer força veio! Uma contração muito forte, mas sem aquela dor, apenas muita vontade de fazer força. Agarrei-me ao marido e deixei a natureza me levar! A cada contração, fazia força e cada vez mais sentia Matheus chegando!
Precisava sair do chuveiro! A água naquele momento era minha inimiga! Ela reforçava as conrações e me deixava nervosa, exausta!
Engatinhando, comecei a sair do chuveiro mas tive que para no meio do caminho e lá fiquei!
Enfim a obstetriz chegou e me senti mais aliviada, mas apenas deu tempo de dizer "me ajuda, ele vai nascer!"
Em uma das forças senti meu bebê descer e cheguei a tocar sua cabeça. Fiquei com medo de não conseguir, de não ter força suficiente para fazer ele sair!
Mas senti que tudo aquilo estava para acabar e na maior das forças, Matheus chegou ao mundo! No chão do nosso banheiro! Com menos de uma hora de trabalho de parto ativo! Às 23:09h!
Alguns minutos depois fui para a cama e lá ficamos até o cordão umbilical parar de pulsar e a placenta nascer. Matheus logo mamou e ficou comigo o tempo todo!
Demorei muito para acreditar que aquilo havia acontecido comigo! 
Meu médico chegou na madrugada, nos avaliou. Tudo perfeito, estávamos ótimos! Não precisamos ir para o hospital e estamos em casa desde então!
Tivemos que correr atrás de toda papelada, exame do pezinho, pediatra, certidão, etc! 
Meus primeiros dias de recuperação foram chatos, porém uma semana depois eu já estava praticamente 100%!
Enfim, depois de tanto planejar, meu filho chegou em um parto natural, domiciliar, cheio de saúde!
Me sinto abençoada por poder viver esse momento!
Uma história que nunca mais será esquecida!




15 comentários:

  1. Muito corajosa você! O meu foi normal mas no hospital com minhã mãe do lado, foi ótimo com 41 e 5 dias. 5h e 15min de parto. Se tiver outro filho vai ser normal tbm! Beijos para os babys!

    ResponderExcluir
  2. Nossa que incrível, fiquei emocionada com suas palavras, minha primeira gestação por inexperiência e medo acabei optando pela cesária mas no segundo quero sentir essa emoção! Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Lindo demais Ju Parabéns as fotos também são linda.. vc esqueceu de mencionar com quantos quilos ele nasceu.. Beijosss Deus abençoe a sua familia linda..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ñ esqueci ñ!!! É que ele ñ foi pesado! Ñ tínhamos balança! Kkkk

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Lindo seguir a natureza tbm sonho com um parto normal,muito corajosa vc.

    ResponderExcluir
  6. Perfeito Ju...depois de tanto tempo acompanhando seus relatos e vídeos é muito legal ver tudo isso ansiosa para o vídeo do parto...ansiosa pelo meu parto também rs mas ainda vai demorar um pouquinho. Felicidades pelo teu dia hoje Deus abençoe vcs!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Juliana muito lindo o relato do seu parto ,que Deus abençoe você e sua família!!

    ResponderExcluir
  8. Nossa seguia vc pelo YouTube,quando vi à reportagem da globo . com nem imaginava q era vc,depois q me liguei,vc queria tanto um parto normal, mas os médicos sempre dizendo q era difícil depois de uma cesaria,e aí agora o que eles vão dizer..
    Guerreira Parabéns...
    Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada! Sua participação é muito importante!

Tecnologia do Blogger.