O SONO DO BEBÊ -ENTREVISTA

Olá pessoal! Tudo bem?

Desde que eu contei para vocês sobre as minhas dificuldades com o sono do Matheus, muitas mamães me procuraram para dividir suas histórias. É impressionante a quantidade de famílias que passam ou passaram pela mesma coisa que estamos passando aqui e parece que quando a gente abre o coração, isso serve de consolo, ajuda e refúgio para muitas pessoas!

Eu recebi muitas mensagens de carinho, de apoio, de dicas e muitos desabafos de mamães que assim como eu, não sabem mais o que fazer para seus bebês terem uma boa noite de sono (e consequentemente nós né??).

Então eu convidei uma especialista em sono para responder as nossas principais dúvidas!

A Danielle é Baby Planner, Consultora do sono, Especialista em aleitamento Materno, Shantala e home organizer! Ela desenvolve um trabalho bem bacana com mamães e futuras mamães e respondeu com muito carinho as nossas perguntas.

Então senta aí, e vem conferir tudo sobre o sono do bebê!!
Imagem retirada da Internet
DMM - QUAIS SÃO AS QUEIXAS MAIS COMUNS QUE VOCÊ RECEBE?

DANI - As três principais queixas são:

  • os despertares noturnos, bebês que acordam com muita frequência de madrugada;
  • os bebês que só conseguem adormecer no colo ou no seio da mãe;
  • os bebês que não dormem direito durante o dia, que as vezes nem fazem as sonecas diurnas.

DMM - QUAIS SÃO OS PREJUÍZOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ QUANDO ELE TEM UM SONO CONTURBADO?

DANI - Cerca de 90% do hormônio do crescimento nas crianças é liberado durante o sono, ou seja, as crianças que não têm uma qualidade boa de sono, que sofrem com a insuficiência dele, tem mais chances de ter problemas com o seu desenvolvimento físico, além disso, o hormônio também ajuda a manter o tônus muscular e evita o acumulo de gordura.
No geral as crianças apresentam as seguinte reações quando estão com problemas no sono.

Irritabilidade e impulsividade;
Deficiência de memória;
Falta de autocontrole e de atenção;
Desânimo e desmotivação;
Baixa tolerância à frustração;
Baixo rendimento motor e diminuição dos reflexos;
Dores de cabeça;
Falta de atenção e concentração;
Cansaço, apatia e esgotamento;
DMM - CAMA COMPARTILHADA E AMAMENTAÇÃO NOTURNA, NA SUA OPINIÃO SÃO ALIADAS OU VILÃS?

DANI - Sou a favor da cama compartilhada até passar a fase de “recém-nascido”, justamente pela comodidade da mamãe e o do papai que recebem aquele neném em casa pela primeira vez, ficando ali mais fácil para os despertares noturnos. Quando o bebê ainda é muito novo, acha que ele e a mãe são um único ser e estar mais próximo dela o deixa mais tranquilo. Mas quem quiser já colocar direto no berço também não está fazendo nada errado!

O bebê vai se desenvolvendo e precisa ter seu próprio espaço e vai aprendendo que é um ser único e individual, você precisa ajudar o seu filho com sua autonomia.

Algumas mães dizem que compartilham a cama e vão compartilhar até a criança ficar mais velha, há crianças de 3-4 anos que ainda fazem uso dela, e os pais dizem que “amor não vai faltar”, mas a cama compartilhada não é sinônimo de amor, isso vai gerar uma grande dependência nas crianças um apego desnecessário e um problema maior lá na frente. Amor é educar, dar carinho, atenção, ensinar, acompanhar o seu desenvolvimento, brincar com seu filho e prepará-lo para o mundo que o espera.

A cama compartilhada também deve ser feita com segurança!! Existem casos de mortes de bebês que dividem a mesma cama, hoje temos várias novidades no mercado e existem mini camas acopladas a cama do casal, que além de seguro é o mais correto também para se preservar a intimidade da mamãe e papai.

Quanto a amamentação noturna, também sou a favor até quando essa mamada for necessária para o desenvolvimento da criança. Chega uma certa idade que seu filho já não precisa dessa mamada para se alimentar, e acaba que ela vira um momento de apego e a criança passa a assimilar aquele momento, aquela mamada como uma “naninha” e então vem a dependência e queixa de pais que dizem que seus filhos apenas adormecem no seio, que chora a noite e só para de chorar quando colocado no seio da mãe, e na verdade o bebê nem está mamando direito, apenas assimilou aquele seio como seu objeto de apego.

Claro que não se deve cortar nada radicalmente, pois não queremos nenhum bebê sofrendo, tudo é feito na base do amor, com tranquilidade e respeitando o momento e fase da criança.

O aleitamento materno deve ser exclusivo até o 6º mês de vida do bebê e a livre demanda também.

DMM - É VERDADE QUE O BEBÊ ACORDA DIVERSAS VEZES DURANTE A NOITE?

DANI - Sim é verdade, mas tudo depende da idade desse bebê, os despertares noturnos devem ir diminuindo, e se isso não acontece, temos algum probleminha de sono/rotina para resolver.

DMM - E QUANDO ELE NÃO CONSEGUE VOLTAR A DORMIR SOZINHO?

DANI - Uma mãe não deve esperar que seu filho volte a dormir sozinho sempre, claro que existem bebês que não encontram dificuldade com o sono, mas uma pesquisa aponta que 47% dos bebês tem problema com o sono, ou seja, quase metade. Se a mamãe colocar muitas expectativas no sono do bebê, as coisas não vão dar certo e vai haver frustrações. Você vai ter que ajudar o seu bebê a voltar a pegar no sono até os 18 meses provavelmente, mais isso cada vez com menos frequência. Cada bebê é de um jeito por isso precisamos ver qual é a técnica que o seu bebê vai aceitar melhor.

DMM - QUANDO ACORDA, RESMUNGA E CHORA? O QUE FAZER?

DANI - Primeiro é preciso saber diferenciar quando o bebê resmunga e quando ele chora pois são coisas diferentes. O sono é divido por fases, e a primeira delas é um sono mais leve onde pode haver barulhinhos, resmunguinhos, risadinhas, tem bebês que até parecem estar com os olhinhos meio abertos, mas estão na verdade dormindo, e muitas dessas vezes não há necessidade de pegar o bebê. Alguns pais já socorrem o bebê no primeiro barulhinho, pegam no colo, colocam a chupeta, tem bebês que chegam até a despertar com essas socorridas que os pais tentam dar no primeiro barulho que fazem, então o bebê desperta cansado justamente porque ainda não dormiu e então ele se irrita e não dorme mais, então começam as madrugas difíceis, e isso claro também vai causando uma dependência, um apego onde seu filho vai querer sempre que você o atenda de imediato, caso contrário ele vai chorar e muito.

Se o seu filho estiver chorando, é necessário ver primeiros todas as possibilidades, fome? Fralda suja? Calor? Frio? Roupinha apertada? Febre? Coriza? Tomou vacina? Gases? Cólicas? Dentinho? Se tudo foi checado e não há nenhum problema desses, então a chance do seu bebê estar irritado por insuficiência de sono é grande, e então é necessário fazer uma mudança de rotina.

Imagina, até com nós adultos é assim! As vezes tivemos uma semana super cansativa, dormimos pouco e não vemos a hora de chegar sábado para dormir até tarde, e o que acontece? Temos insônia e ainda despertamos cedo no sábado, e consequentemente temos dores de cabeça durante o dia, os olhos ficam ardendo, e ficamos irritados e sem paciência, não é mesmo? Com os bebês é igual só que em intensidade maior, justamente porque eles não sabem o que está acontecendo e não sabem se comunicar, então sua única ferramenta é o grito e choro.
Imagem retirada da internet
DMM - CRIAR UMA ROTINA DIURNA AJUDA A MELHORAR O SONO DURANTE A NOITE?

DANI - Sim, na verdade é essa rotina que vai fazer a hora da cama ser um momento calmo e de descanso. Para algumas mães o pesadelo todo está na hora de colocar na cama, e com a rotina certa e adequada para o seu bebê tudo vai fluir.  A soneca é importante até os 3 anos de vida da criança.

DMM - DEIXAR GASTAR TODA A ENERGIA OU NÃO FAZER NENHUMA ATIVIDADE MAIS AGITADA? QUAL É A MELHOR TÁTICA PARA UMA BOA NOITE DE SONO? 

DANI - Muitos pais se enganam quando pensam que deixar os filhos bem cansados será garantia de uma noite de sono tranquila, alguns até evitam a soneca durante o dia. Uma criança cansada, vai ficar irritada e nada vai agradá-la, tudo vai estar ruim e então começa a sessão tortura para dormir.

O ideal é brincar com a criança mais ou menos uma hora e meia antes dela ir para cama, brinque com ela uns 30 minutos, e depois disso comece o ritual da noite para ir acalmando, se ela estiver muito agitada antes de ir para a cama ela não vai dormir. (Digo uma hora e meia, porque depois de 30 minutos de brincadeira, a rotina do sono a noite leva mais ou menos uma hora para que tudo se tranquilize)
DMM – DANI, COMO FUNCIONA O TRABALHO DE CONSULTORA DO SONO?

DANI - A consultoria do sono não faz milagres imediatos, é igual quando você vai ao nutricionista procurando uma dieta para emagrecer, ele vai te passar a dieta específica para as suas necessidades, mas o esforço para manter a dieta é todo seu, ou seja, se você falhar não vai ter o resultado que espera e vai criar frustações.

Eu digo sempre que os filhos não nascem com maus hábitos, somos nós, os pais, quem ensinamos os bons e os maus hábitos a eles.

Existem 2 tipos de consultoria:
A primeira para a futura mamãe que quer aprender sobre o sono antes do bebê nascer, assim já vai estudando e aprendendo todas as técnicas para quando o seu bebê nascer ela já sentir mais preparada para ajudar o seu bebê e criar uma rotina que cubra as necessidades dele. Para essa consultoria são 3 aulas via Skype. (Eu ainda brinco e falo que consultoria do sono deveria ser presente de lista de chá de bebê)

A segunda é para aquela mamãe que está enfrentando o problema agora já com o bebê, e precisa de ajuda.

São 30 dias de acompanhamento, com 2 consultas via Skype.

Eu preciso conhecer o bebê, e a rotina dele, e isso é feito através de um questionário que a família responde. Depois disso eu faço um estudo de caso daquele bebê e vamos adaptar uma nova rotina e ver o que dá certo e o que não dá. Além das 2 consultas por Skype eu fico disponível por e-mail e WhatsApp para tirar as dúvidas do dia a dia, durante os 30 dias.

A maior dedicação é da família para que tudo dê certo!

Tudo vai exigir muito esforço de todos que estão envolvidos na vida e rotina daquele bebê, ou seja, mamãe, papai, cuidador, vovó, titio, todos!

Nada de deixar o bebê chorando sozinho, tudo é feito no seu tempo, com carinho e atenção, por isso é bem importante todos estarem com o mesmo objetivo.

Vale a pena lembrar que o sono do bebê muda a cada 3/4 meses, e por isso a rotina aplicada hoje não vai funcionar daqui alguns meses, e com a consultoria você vai estar preparada para fazer as mudanças quando chegar a hora certa.

Quero agradecer demais à Dani, tenho certeza deque suas palavras ajudarão muitas famílias!
Se você quiser entrar em contato com é só procurá-la por aqui: 

contato@assessoriamamae.com.br

www.assessoriamamae.com.br

Facebook page: https://www.facebook.com/assessoriamamae

Instagram: AssessoriaMamãe_babyplanner

Tel e WhatsApp – 11-96596-1551



0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada! Sua participação é muito importante!