ELE MOSTROU A LÍNGUA!

"A gente fala que nosso filho não vai fazer, mas é cada língua que nóis paga!"
Imagem retirada do Google
Antes de ser mãe, eu achava certas coisas absurdas! Ainda mais como professora, entendendo profundamente o desenvolvimento de uma criança, para mim, era inadmissível ver o que certas crianças faziam, ou o que certas mães permitiam!

"Ah, mas se fosse meu filho!"

Mas é a aí que a gente entende aquele velho ditado "o mundo dá voltas",  a gente vira mãe e paga tudo o que a gente já disse um dia!

Tenho vivido uma fase um tanto quanto curiosa com Arthur. Se por um lado ele tem se mostrado um garoto cada vez mais independente, esperto, autônomo, comunicativo, expressivo e esperto, por outro lado ele parece cada vez mais provocador, astuto e desafiador!

E pelo que tenho notado, tudo é culpa do bendito ciúmes.
Matheus tem grudado mais e mais em mim e isso tem deixado Arthur bem irritado (o que é compreensível, até eu ficaria!), e com isso, ele tem descontado alguns comportamentos explosivos.
Ele provoca o Matheus, finge que não me escuta, ou escuta e diz que não vai obedecer, enrola para trocar de roupa, não quer mais ir ao banheiro sozinho, pede ajuda para comer, faz voz de bebezinho e fica resmungando pelos cantos.

Até o dia em que eu me senti superada! 

Ele mostrou a língua para mim!

Gente, sério, fiquei chocada!

Como assim? Que audácia é essa?
Ele pensa que sou o que? 
Não tem educação não?
Não tem medo do perigo???
Onde foi que ele aprendeu isso? Na escola?

Pois é, foram essas frases que passaram na minha cabeça!
Mostrar a língua, para mim, é uma coisa tão feia, tão boba, mas tão feia!
É como um adulto mostrar o dedo do meio!

Mas sim, meu filho mostrou a língua para mim!
E o que eu fiz?

Disse para ele que eu também tenho uma igual, mas como sou muito educada não faço coisas feias com ela e a uso só para o que é legal: comer, cantar, falar coisas bonitas...

Mandei que ele pedisse desculpas e nunca mais fizesse aquilo!

Ele obedeceu?
Claro que não!

Vira e mexe, principalmente quando ele é contrariado, aquela língua aparece no meio da bronca!

E eu?

Quero me remoer de raiva por um dia ter jurado que filho meu não faria coisa dessas!

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada! Sua participação é muito importante!