CRÔNICA DE OUTRO BANHO BEM TOMADO

Mais uma vez, eu e Arthur estávamos tomando banho (dessa vez só nós dois) e quase na hora de sairmos ele pega em minha barriga e diz:
- não é que tem um neném aqui mamãe?
Lá vem ele de novo...

Eu de pronto respondi:

- claro que não filho! Lembra que a mamãe disse "chega de filhos"? Que a gente já está feliz com você e seu irmão?
- ah sim! Mas mamãe, quanto tempo que o Matheus ficou aí na sua barriga?

Eu logo pensei, vem um papo bom por aí! 
Mal eu imaginava o quanto esse banho mexeria comigo...

-então filho, ele foi crescendo e depois de alguns meses ele saiu!
-saiu? E saiu como?
- por um buraquinho filho! 
- quero ver mamãe!

Ele olha e complementa:

- mas é muito pequeno, como ele conseguiu sair?
- esse buraquinho abre filho e o bebê também é pequeno, aí ele consegue sair. Dói um pouco mas logo passa.

Agora a conversa começa a ficar boa.

- e mamãe, como que O BEBÊ AVISA que quer sair?

(Pois é, eles sabem que quem manda na bagaça é o bebê!)

- ele fica guardado em uma bolsa na barriga da mamãe e quando o bebê está pronto, grande, não cabe mais na barriga, essa bolsa estoura e  ele começa a fazer força para sair.

Essa foi a forma mais pratica e didática que encontrei para explicar, mas é claro que eu sei que essa não é a única forma de um bebê avisar que vai nascer.

Quando terminei de explicar tive que contar...
- filho, mas você não saiu pelo buraquinho. (Ele fez uma cara de dúvida) É, você saiu pela barriga.

- porque?
- porque essa é uma outra forma de nascer.
- e como é?
- o médico abre a barriga e tira o bebê.

Cara de dor.

- e dói muito mamãe?
- não porque a mamãe toma um remédio que não deixa doer.
- mas mamãe como eu avisei que queria nascer?

Tapa na minha cara.

- você não avisou filho. O médico que achou que estava na hora e tirou você. Acho que você estava dormindo!
- e o Matheus?
- ele saiu pelo buraquinho porque ele começou a mostrar para a mamãe que era a hora.
- onde ele nasceu?
- aqui no banheiro!
- aqui??? E onde você sentou pra segurar ele?
- assim (mostrando como fiquei)
- e eu?
- você nasceu no hospital!

Depois de mais algumas indagações como essas ele termina o papo: 

-hmm. Mamãe, eu queria ter nascido pelo buraquinho...


E essa frase me fez refletir...
Espero que você também reflita...

Se você ainda não leu a primeira crônica do banho, clique aqui.

2 comentários:

  1. Mais esse garoto é esperto em Ju, super curioso hehe. Que amado, essas conversar são ótimas amei o papo de vcs! Bjos

    ResponderExcluir
  2. Oi Juliana ainda bem que os tempos mudaram, é hora de desmistificar esses assuntos, parabéns, você é consciente e preparada para seu tempo. Abraço e beijos a todos. Tia Marli.

    ResponderExcluir

Obrigada! Sua participação é muito importante!

Tecnologia do Blogger.