A LANCHEIRA DOS MEUS FILHOS: LANCHE DA ESCOLA X LANCHE DE CASA

Olá pessoal! Tudo bem?

Eu acompanho vários blogs e instagrans maternos e um dos assuntos mais frequentes são as lancheiras das crianças. Existem inúmeros posts e até palestras para orientar as famílias a montarem lanches para os filhos.

Confesso...

Já me senti mal pra caramba ao ver essas coisas porque eu não sou o tipo de mãe que escreve "TE AMO" na banana sabe?
Aí a gente se depara com aquela ultra dedicação das mães e pensa "que tipo mãe sou eu meu Deus!?"

Logo que Arthur entrou na escola (em 2014) eu mandava o lanche para ele todos os dias e não era uma tarefa fácil pois na minha época lanche era bolinho, salgadinho, refrigerante, e quando muito uma fruta! Na verdade o que eu mais me lembro era de ir na cantina e comer pão de queijo, coxinha, misto quente, etc...

Hoje sabemos da importância de se oferecer algo saudável para nossos pequenos, mas como é difícil não é?
Eu ficava perdida pensando no que comprar para Arthur levar, como armazenar, o que era melhor, o que não podia...

Isso demandava um trabalhão pois precisávamos ir ao mercado toda semana, renovar as frutas e procurar sempre por variedades.

Quando Arthur mudou de escola resolvemos optar pelo lanche que ela oferecia e olha, foi uma mão na roda!
Sendo assim, resolvi reunir alguns tópicos que reúnem prós e contras (na minha opinião) do lanche da escola ou o de casa e vocês vão logo perceber qual é a minha preferência!

LANCHE DE CASA
É bom porque:
- Você escolhe o que enviar
- Compra de acordo com a necessidade
- A criança leva o que gosta

Em compensação:
- Idas ao mercado muito frequentes (o que eleva o gasto mensal)
- Dificuldade de armazenamento (levar suco natural é um sufoco)
- Se a criança fica período integral, o lanche azeda, murcha, não fica a mesma coisa de comer algo fresco
- Variar muito demanda muuuuita criatividade (e tempo quando é preciso preparar algo)

LANCHE DA ESCOLA
Não é legal porque:
- A criança não escolhe o que quer comer
- Você tem um gasto a mais no orçamento (algumas escolhas incluem no valor da mensalidade)

Pode compensar muito pois:
- Você não tem a preocupação de ir toda hora reabastecer a cota
- Você sabe o que a criança está comendo (as escolas devem fornecer os cardápios)
- A criança pode começar a experimentar novos alimentos
- Você não se preocupa se o suco virou na lancheira, se o iogurte azedou, se o pão murchou...
- É prático e poupa um tempão!

Como vocês podem perceber eu sou totalmente adepta ao lanche da escola. Fazendo as contas pode até ser que fique um pouco mais caro do que comprar as coisas no mercado mas na minha opinião compensa o trabalho todo!
Os meninos chegam na escola super cedo e só tomam lanche à tarde, já tivemos experiências chatas do suco azedar, do lanche não ficar gostoso e eles não comerem!
Se a gente parar pra pensar, lanche que dura o dia todo sem estragar, só industrializados e não dá para ficar mandando todos os dias né?
Eu tenho o acompanhamento direto do que é oferecido e a variedade é grande e tudo vem fresquinho!
De vez em quando eles me pedem para levar lanche e eu resolvo de duas maneiras: ou deixo que eles levam alguma coisa que não vai estragar (e só uma coisa mesmo) ou peço para a cantina colocar o lanche na lancheira (só pra enganar mesmo hahahahaha) e dá certo!

E por aí? Como funciona a hora do lanche?

Nenhum comentário:

Obrigada! Sua participação é muito importante!

Tecnologia do Blogger.